Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      
Principal - Artigos - Luis Carlos Amorim: Sempre Pai


Artigos



Sempre Pai

Por Luis Carlos Amorim

Dia dos Pais se aproximando e isso deixa mais vivo na memória que minha filharada está tão longe, que a casa está vazia e isso dá uma saudade danada. Fernanda mora em Nice, na França, mas embarca pelo mundo de vez em quando, apesar de trabalhar em Nice, Mônaco e Antibes. Daniela está em Lisboa e ela e Pierre Aderne também viajam bastante, menos agora por causa da pandemia e também porque o Rio era muito pequeninho, mas como agora ele tem três anos, já vieram ao Brasil, foram à França e à Cabo verde.

Temos estado em Lisboa, nos últimos anos, pois com a chegada do Rio, moramos metade do ano lá e metade aqui no Brasil. Dá para matar um pouco da saudade de Daniela, do neto Rio e de Pierre. Uma vez em Portugal, é mais fácil visitar Fernanda, em Nice, fica muito mais perto. Mas quando a gente está aqui no Brasil, ah, que falta que elas fazem! No Dia dos Pais, então...

E o Dia dos Pais não só aumenta a saudade, mas me faz pensar no privilégio de ser pai. É interessante que até algum tempo atrás, quando era um pouco mais jovem, eu achava que era um ótimo pai. Mas o tempo foi passando, a gente começa a ver tudo com mais clareza e comecei a tomar consciência de que não fui aquilo tudo, não.

Queria ter ficado mais tempo com elas, queria ter vivido mais a infância delas, queria ter aprendido mais com Fernanda e com Daniela, queria ter trabalhado menos e vivido mais a adolescência delas. Queria ter aprendido com elas a dar mais carinho, a expressar melhor os sentimentos, queria ter sido mais pai. Queria não ter ficado longe delas por dois anos, por causa do trabalho, vendo a família só no fim de semana. Isso faz falta.
Sei que fizemos alguma coisa certa, eu e Stela, pois nossas meninas são pessoas educadas, inteligentes e capazes, assim como solidárias e carismáticas. Mas sei também que eu poderia ter sido um pai melhor.

Então, o grande presente que tenho, sempre, em qualquer dia, até no Dia dos Pais, é ter sido pai de pessoas de almas e corações tão grandes e abençoados. O tempo de vê-las crescer foi o tempo mais feliz da minha vida.

PS.: Já passou tanto tempo, mais de trinta anos, mas ainda não consigo escrever sobre a perda de nossa pequena Vanessa, que se foi muito rápido, no dia seguinte ao de sua chegada. Ainda dói muito. Mas posso falar do neto Rio, o Anjo que veio para nos salvar na pandemia. Rio é uma criatura abençoada e a gente esquece de tudo quando está com ele. O Dia dos Avós foi recentemente e a gente comemora via vídeo ao vivo com as filhotas e com ele também. Feliz Dia dos Pais a todos os pais e avós, que foram pais também.

Dia dos Pais se aproximando e isso deixa mais vivo na memória que minha filharada está tão longe, que a casa está vazia e isso dá uma saudade danada. Fernanda mora em Nice, na França, mas embarca pelo mundo de vez em quando, apesar de trabalhar em Nice, Mônaco e Antibes. Daniela está em Lisboa e ela e Pierre Aderne também viajam bastante, menos agora por causa da pandemia e também porque o Rio era muito pequeninho, mas como agora ele tem três anos, já vieram ao Brasil, foram à França e à Cabo verde.

Temos estado em Lisboa, nos últimos anos, pois com a chegada do Rio, moramos metade do ano lá e metade aqui no Brasil. Dá para matar um pouco da saudade de Daniela, do neto Rio e de Pierre. Uma vez em Portugal, é mais fácil visitar Fernanda, em Nice, fica muito mais perto. Mas quando a gente está aqui no Brasil, ah, que falta que elas fazem! No Dia dos Pais, então...

E o Dia dos Pais não só aumenta a saudade, mas me faz pensar no privilégio de ser pai. É interessante que até algum tempo atrás, quando era um pouco mais jovem, eu achava que era um ótimo pai. Mas o tempo foi passando, a gente começa a ver tudo com mais clareza e comecei a tomar consciência de que não fui aquilo tudo, não.

Queria ter ficado mais tempo com elas, queria ter vivido mais a infância delas, queria ter aprendido mais com Fernanda e com Daniela, queria ter trabalhado menos e vivido mais a adolescência delas. Queria ter aprendido com elas a dar mais carinho, a expressar melhor os sentimentos, queria ter sido mais pai. Queria não ter ficado longe delas por dois anos, por causa do trabalho, vendo a família só no fim de semana. Isso faz falta.

Sei que fizemos alguma coisa certa, eu e Stela, pois nossas meninas são pessoas educadas, inteligentes e capazes, assim como solidárias e carismáticas. Mas sei também que eu poderia ter sido um pai melhor.

Então, o grande presente que tenho, sempre, em qualquer dia, até no Dia dos Pais, é ter sido pai de pessoas de almas e corações tão grandes e abençoados. O tempo de vê-las crescer foi o tempo mais feliz da minha vida.

PS.: Já passou tanto tempo, mais de trinta anos, mas ainda não consigo escrever sobre a perda de nossa pequena Vanessa, que se foi muito rápido, no dia seguinte ao de sua chegada. Ainda dói muito. Mas posso falar do neto Rio, o Anjo que veio para nos salvar na pandemia. Rio é uma criatura abençoada e a gente esquece de tudo quando está com ele. O Dia dos Avós foi recentemente e a gente comemora via vídeo ao vivo com as filhotas e com ele também. Feliz Dia dos Pais a todos os pais e avós, que foram pais também.

 

Foto de Faustino VicenteLuiz Carlos Amorim é Coordenador do Grupo Literário A ILHA em SC, com 31 anos de atividades e editor das Edições A ILHA. Ocupante da cadeira 19 da Academia Sul Brasileira de Letras. Eleito a Personalidade Literária de 2011, pela Academia Catarinense de Letras e ARtes.
Editor de conteúdo do portal PROSA, POESIA & CIA. e autor de 27 livros de crônicas, contos e poemas, três deles publicados no exterior. Colaborador de revistas e jornais no Brasil e exterior – tem trabalhos publicados na Índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Itália, Cabo Verde e outros, e obras traduzidas para o inglês, espanhol, bengalês, grego, russo, italiano -, além de colaborar com vários portais de informação e cultura na Internet, como Rio Total, Telescópio, Cronópios, Alla de Cuervo, Usina de Letras, etc.
O autor assina, também, o Blog CRONICA DO DIA, em Http://luizcarlosamorim.blogspot.com


Outros Artigos do autor:

 

 

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Windows Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2022