Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação       


Notícias



Segunda noite do Desfile Oficial das Escolas de Samba
Por Semcom, Prefeitura de Manaus
domingo, 11 de fevereiro de 2018
 
 
 

Segunda noite do Desfile Oficial das Escolas de Samba
Grande Família. / Ingrid Anne / Manauscult

Reafirmando seu lugar como o maior Carnaval do Norte do país, o Carnaval de Manaus teve um dos seus momentos mais esperados na noite deste sábado, 10/2, até o início da manhã do domingo, 11. Com muito brilho e determinação, as oito agremiações do Grupo Especial participaram do Desfile Oficial no Sambódromo, zona Centro-Sul, na disputa pelo título de campeã 2018.

Aproximadamente, 30 mil pessoas, de acordo com a Polícia Militar, assistiram às apresentações que começaram às 20h do sábado, 10, e terminaram às 6h40 do domingo, 11. Sem Compromisso, Andanças de Ciganos, Mocidade Independente de Aparecida, A Grande Família, Reino Unido, Vitória Régia, Unidos do Alvorada e Vila da Barra foram as escolas que mobilizaram suas torcidas fiéis para comparecer ao Sambódromo.

Para o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, o desfile das escolas de samba já é um produto turístico e cultural da cidade, com potencial ainda mais crescente, e com apoio garantido pela Prefeitura de Manaus.

“A gestão do Prefeito Arthur Virgílio Neto teve a ousadia de tornar lei o fomento à cultura popular por meio do Sistema Municipal de Fomento à Cultura (Siscult), que torna obrigatório o investimento, por meio de edital, no Carnaval de Manaus”, lembrou Bernardo.

“Graças a essa decisão temos o reconhecimento desta expressão tão forte da nossa identidade cultural e turística, que envolve comunidades, artistas, costureiros, artesãos, músicos, entre tantas outras atividades que geram mais de 20 mil empregos diretos e indiretos. Temos aqui o maior Carnaval da Amazônia”, ressaltou.

Ação integrada

A Prefeitura de Manaus também esteve presente no evento através de ações integradas nos arredores e dentro do Sambódromo. Nos dois dias de evento, agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) auxiliaram na mobilidade para maior fluidez e segurança.

As secretarias municipais da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), de Saúde (Semsa), a Subsecretaria Municipal de Abastecimento, Feiras e Mercados (Subsempab) e a Casa Militar também levaram suas ações e orientações ao público.

Garantindo a segurança do público, a Polícia Militar levou um efetivo de 268 homens, oito viaturas e 11 motos, enquanto o Corpo de Bombeiros disponibilizou 53 homens e sete viaturas para o evento.

Enredos

Primeira a desfilar, a Sem Compromisso abriu a noite com uma bonita homenagem a Dona Zuzu, conhecida por ser a baiana mais antiga do Carnaval de Manaus – e que inclusive participou da festa em um dos carros alegóricos. Em seguida, a Andanças de Ciganos celebrou a “marvada” cachaça, esquentando o público mesmo debaixo de chuva.

Detentora de 22 títulos e em busca de mais um, a Mocidade Independente de Coroado levou de volta ao Sambódromo um dos sambas-enredo de maior sucesso da festa, 30 anos depois: uma homenagem ao município de Maués, com direito a alegorias de saterés-mawés e guaraná e uma nova versão da música original.

Já A Grande Família levou 26 alas e três carros alegóricos para celebrar as riquezas e belezas naturais da Colômbia. Em seguida, a campeã do ano passado, Reino Unido da Liberdade celebrou o ofício de todos os professores e os desafios da profissão, com os tambores da Bateria Furiosa rufando até o último momento de sua passagem pela avenida.

Em seguida, a escola de samba mais antiga de Manaus, a Vitória Régia levou para o Sambódromo outra história de longa data: a da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM) e sua importância para a garantia da Justiça e dos direitos sociais. Logo depois, “Apurinã, lendas e magias do Purus” se misturaram no desfile cheio de diversidade e exuberância da Unidos do Alvorada.

Encerrando a segunda noite de desfile, a Vila da Barra interpretou seu samba-enredo “O Grito”, com diversos gritos, desde o brado pela Independência do País até gritos pelo fim de preconceito e intolerância.

Apoio

Doze escolas de samba foram contempladas pelo Edital de Chamamento Público Nº 10/2017 da Manauscult, que destina apoio ao Desfile Oficial de Carnaval, e receberam o montante de R$ 857.514,00. Este ano, o repasse foi feito quase dez dias antes do desfile, fato inédito na história do evento.

 

Publicidade




   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Windows Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2018